Iris diz que “bagunça na Saúde” parou de existir desde que assumiu prefeitura

Prefeito afirmou que antes de sua posse “pessoas morriam nas portas dos Cais, e hoje isso não acontece mais”

Mesmo diante ao caos vivenciado nas unidades de Saúde da capital, o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB), afirmou nesta segunda-feira (28/5) que o setor apresentou melhorias e voltou a defender a secretaria da pasta, Fátima Mrué. “Antes da minha posse tinha gente morrendo em porta de Cais, era aquela bagunça. Hoje não se vê mais isso”, afirmou.

Iris esteve na Câmara Municipal de Goiânia para apresentar as contas relativas ao primeiro quadrimestre de 2018 e responder perguntas dos vereadores. Ele voltou a afirmar que Fátima Mrué é injustiçada pelas críticas que recebe e se esquivou de comentar o pedido de afastamento da auxiliar, aprovado por Comissão Especial de Inquérito neste mês.

“Coisa que eu nunca tive na minha vida foi medo de exonerar servidores que não correspondem com expectativas. Mas minha consciência não me permite ser injusto com alguém que se dedica e muitas vezes se torna alvo de incompreensão”, afirmou.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.