Vice-prefeito de Goiânia diz que eleitor terá mais tempo para analisar propostas e que segundo turno será um novo processo político

O vice-prefeito de Goiânia, Agenor Mariano (PMDB) diz que o candidato a governador de Goiás, o peemedebista Iris Rezende, a partir de segunda-feira (6), deve buscar os candidatos derrotados Vanderlan Cardoso (PSB) e Antônio Gomide (PT) para possível apoio no segundo-tuno contra o Marconi Perillo (PSDB). Segundo ele, cabe ao líder peemedebista, e não a outro dirigente da sigla, procurar o ex-prefeito de Senador Canedo e de Anápolis.

Agenor diz que o partido vai reformular a campanha para aumentar o desempenho eleitoral na segunda etapa do pleito, e que agora, o governadoriável peemedebista contará com o mesmo tempo de televisão do adversário tucano, fator considerado pelos dirigentes iristas como favorável. “O PMDB vai mostrar ao eleitor as vantagens de Iris no programa de televisão e isso vai fazer a diferença.”

O vice-prefeito de Goiânia também ressaltou a importância de Caiado como maior cabo eleitoral de Iris no segundo turno. Segundo ele, o líder dos Democratas, que foi eleito com 47,57% dos votos válidos, será fundamental para o convencimento de novos votos. “Caiado vai puxar votos, ele poderá falar com o eleitor quem é Iris e quem é Marconi.”