Iphan conclui obra do Museu das Bandeiras, na cidade de Goiás

Coube ao instituto sanar problemas diagnosticados no edifício, grantindo a continuidade de seu uso como museu e as adequadas condições para a guarda do acervo e atendimento ao público

museu

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) entrega nesta quarta-feira (29/10) a conclusão da obra de conservação do Museu das Bandeiras, localizado na cidade de Goiás, ao Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Os trabalhos foram desenvolvidos pela empresa Marson Engenharia, contratada pelo valor de R$ 800 mil.

Coube ao Iphan sanar problemas diagnosticados no edifício, grantindo a continuidade de seu uso como museu e as adequadas condições para a guarda do acervo e atendimento ao público. Foram realizados como a execução de ações emergenciais (cobertura e drenagem), essenciais (estabilização e revisão estrutural, revisão das instalações, adequação das instalações de detecção e combate ao incêndio, substituição de reboco e repintura) e também serviços estratégicos como a elaboração de projetos executivos de restauração.

O Museu das Bandeiras está no Largo do Chafariz, na Praça Brasil Ramos Caiado, na cidade de Goiás. O edifício antes sediava a Casa de Câmara e Cadeia Local.

Construída em 1766, a Casa de Câmara e Cadeia é símbolo da formação do núcleo urbano na antiga Vila Boa de Goyaz e foi tombada pelo Iphan ainda em 1951, como exemplo da arquitetura civil portuguesa. Três anos depois, foi instalado ali o Museu das Bandeiras e, em 2009, com a criação do Ibram, o edifício passou para responsabilidade da nova autarquia.

Em novembro, o Iphan e o Ibram iniciarão as obras no Museu de Arte Sacra, também na cidade de Goiás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.