Injeção do décimo terceiro salário na economia será menor em 2020

CNC aponta acordos de suspensão e redução da jornada de trabalho como fatores responsáveis pelo panorama atual

Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgou nesta quinta-feira, 29, uma estimativa em que aponta uma queda no montante de pagamento do décimo terceiro salário aos trabalhadores brasileiros. A instituição projeta R$ 208 bilhões de injeção na economia do país, o equivalente a um total 5,4% menor do que o ano passado.

A queda é a retração anual mais profunda desde o início dos registros da CNC, em 2012. Uma dos motivos apontados por ela seria a Medida Provisória (MP) 936 deste ano, que autorizou a redução do salário proporcional à jornada e a suspensão temporária do contrato de trabalho, sob a justificativa de preservar empregos em meio à pandemia da covid-19.

Dados do Ministério do Trabalho apontam que 7,2 milhões de acordos foram de suspensão do trabalho, enquanto 3,5 milhões foram de redução de 70% da jornada de trabalho. No total, foram 16,1 milhões de acordos entre patrão e funcionário, somando outras formas diversas de negociações.

Segundo a CNC, o vencimento médio pago em 2020 (R$ 2.192,71) terá um recuo de 6,6% em comparação ao valor de 2019 (R$ 2.347,55). O presidente da instituição ainda atribuiu a queda do montante do décimo terceiro salário ao recuo econômico causado pela pandemia e ao avanço da informalidade no País.

 

[Esta matéria conta com informações da Agência Brasil]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.