Informativo da Seapa registra crescimento expressivo no agronegócio goiano

Estado foi responsável por 5,1% das exportações brasileiras no acumulado de janeiro a agosto. Safras de grãos aumentaram até 55% entre 2017 e 2018

Foto: reprodução

A Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) publicou nesta segunda-feira 7, a 1ª edição do informativo Agro em Dados. O material reúne dados divulgados pelos principais institutos de pesquisa e bases de dados do agronegócio brasileiro, com ênfase nos movimentos registrados em Goiás.

A primeira edição traz registros positivos no agronegócio, com alta em todos os setores. Entre números sobre a produção de grãos e da pecuária do primeiro semestre, a publicação traz dados sobre a balança comercial, mercado externo e geração de empregos formais.

Os números

O Crescimento do PIB Agropecuário goiano registrou, segundo o estudo, aumento em 6,1% em relação ao mesmo período do ano passado, 15 vezes mais que o aumento nacional, que registrou elevação de 0,4%. Estudo de comparativos de safras de 2017 e 2018 indica que os grãos tiveram altas expressivas, a colheita de girassol teve aumento de 55,4%, o sorgo de 39,4% e o trigo de 38,5%.

A publicação traz ainda comparativos de aves e bovinos em todo o território nacional e no Estado. Em abate de bovino, Goiás está na quarta posição, responsável por 9,4% do total do país. No abate de frangos o Estado é o sexto, registrando quase 204 milhões de animais abatidos.

Na análise econômica o relatório expõe que o agronegócio goiano participa, em número atualizado, com 5,1% do total de exportações do agronegócio brasileiro no acumulado de janeiro a agosto deste ano. A movimentação deste período é de R$ US$ 4.3 bilhões, cerca de R$ 18 bilhões.

A geração de emprego, última área avaliada, registra aumento de 28,9% . Atualmente o setor emprega 486 mil pessoas no trabalho formal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.