Indústria goiana tem o maior crescimento dos últimos cinco meses, aponta IBGE

Segundo dados divulgados nesta terça-feira, 10, esse foi o segundo crescimento consecutivo do setor

Foto: Reprodução

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta terça-feira, 10, a Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF) para o mês de julho de 2019. Os resultados apontaram que a produção industrial goiana subiu 1,7% em julho, na comparação com o mês anterior, sendo o segundo crescimento consecutivo e o maior avanço dos últimos cinco meses. A produção industrial nacional, no entanto, caiu 0,3% na mesma base de comparação.

Os setores que apresentaram maiores variações positivas foram: fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias, com 55,4%, sendo o maior avanço do país e a maior variação dos últimos 18 meses; fabricação de outros produtos químicos, com 23,2%, representando o segundo maior avanço do país; indústria extrativa, com 22,2%, a maior variação no ano de 2019 e a segunda melhor marca da série histórica; e a fabricação de produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos, com 19,4%, sendo a maior alta da série histórica.

Já os produtos que mais influenciaram para o resultado em cada setor foram automóveis com motor a gasolina, álcool ou bicombustível, adubos ou fertilizantes com fósforo e potássio e minérios de cobre em bruto ou beneficiados.

As variações negativas, por sua vez, foram nos setores de fabricação de produtos farmoquímicos e farmacêuticos, com -4,1%; fabricação de coque, de produtos derivados do petróleo e de biocombustíveis, com -3,3%; e por fim, fabricação de produtos alimentícios, com a marca de -0,3%.

No que diz respeito à série com ajuste sazonal, em julho de 2019, oito dos 15 locais pesquisados mostraram taxas negativas, acompanhando o recuo da indústria nacional. Sendo os mais acentuados no Amazonas e Pernambuco. Já as maiores altas foram no Rio de Janeiro e Mato Grosso. A indústria goiana, por sua vez, obteve o quarto maior avanço do país.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.