Imóveis fechados em Goiânia são alvo de agentes de combate à dengue

A ação, amparada por liminar judicial, terá auxílio de um chaveiro. A previsão é que 64 imóveis sejam abertos para averiguação

Com o objetivo de eliminar possíveis focos do mosquito Aedes aegypti, a prefeitura de Goiânia realiza a partir desta terça-feira, 15, até quinta-feira, 17, das 8h às 16h30, mais ações de abertura de imóveis desocupados e fechados na capital. A ação, amparada por liminar judicial, terá auxílio de um chaveiro e ocorrerá porque os proprietários ou responsáveis não foram encontrados.

O trabalho será no Distrito Sanitário Sul e a previsão é que 64 imóveis sejam abertos para averiguação. O diretor da Vigilância em Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Murilo Mariano, explica que a ação é extremamente necessária neste momento em que o Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAs) está alto, em 3,1%. “O índice é um dos indicadores mais utilizados para avaliação de situação de risco para transmissão da dengue, chikungunya e zika nos municípios”, explicou.

O LIRAs permite o monitoramento da dengue em cada bairro da cidade e os números são fundamentais para organizar estratégias de prevenção e combate. O levantamento foi realizado no mês de março durante cinco dias.

A Vigilância em Zoonoses realiza constatemente intervenções para eliminação de possíveis focos ou situações que ofereçam risco de proliferação do mosquito Aedes aegypti por toda a cidade. “Além disso, também são feitas diversas ações preventivas com visitas de orientação e vistoria dos quintais das residências na capital”, ressalta Murilo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.