IBOPE: Marconi amplia para 13 pontos a vantagem sobre Iris. Vanderlan e Gomide caem

Na disputa ao Senado, Ronaldo Caiado dispara na frente

A polarização entre os governadoriáveis Marconi Perillo (PSDB) e Iris Rezende (PMDB) ficou ainda mais em evidência após veiculação da segunda rodada da pesquisa IBOPE, divulgada nesta sexta-feira (14/8) pela TV Anhanguera. Conforme o levantamento, o tucano lidera a pesquisa com 41% das intenções de voto, seguido pelo decano peemedebista, com 28% — uma vantagem de 13 pontos porcentuais. Na primeira rodada, os resultados apresentados pelos candidatos foram de 35% e 26%, respectivamente.

Em contrapartida, os demais governadoriáveis apresentaram queda em comparação com o estudo anterior. Em terceiro lugar, Vanderlan Cardoso (PSB), que antes apresentava 8% das intenções de voto, está agora com 6%. O pessebista é seguido por Antônio Gomide (PT), que apresentou queda de 1%, e agora está com 5%. Marta Jane (PCB) foi lembrada por 2%, enquanto Alexandre Magalhães (PSDC) e Professor Weslei (PSol) tem 1% cada.

No estudo espontâneo, o governador tem 29%, e é seguido por Iris Rezende (PMDB), com 16%. No último estudo, o tucano teve 21% e o peemedebista, 12%. O petista, que tinha 2%, alcançou 4%. Já o ex-prefeito de Senador Canedo caiu de 4% para 2%.

Candidato à reeleição, Marconi também lidera os índices de rejeição, com 25% — uma queda de 4% em relação ao último levantamento –, enquanto Iris Rezende tem 24%. Os demais nomes têm números que vão de 9% a 12%.  21% dos entrevistados não souberam responder ou preferiram não opinar, ao passo que 16% disse que votaria em qualquer candidato.

Na disputa para o Senado Federal, o levantamento apontou uma ampla vantagem para o deputado federal Ronaldo Caiado (DEM), com um crescimento de 9%. Na primeira rodada, o democrata figurava com 29% das intenções de voto e agora está com 38%. Ele é seguido por Marina Sant’Anna (PT), com 12%, apresentando uma queda de 2%. O senatoriável pela base aliada, Vilmar Rocha (PSD), detém 8% da preferência do eleitorado, sendo que, na rodada anterior, estava com 11%.

O IBOPE também perguntou aos entrevistados o que achavam da administração do governador Marconi Perillo. Do total, 40% avaliou como ótimo ou bom, 35% como regular, 10% como ruim, 12% como péssimo e 4% dos entrevistados não sabem ou não quiseram responder.

O levantamento ouviu 812 eleitores entre os dias 10 e 12 de agosto. A margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos.

Divulgação parcial

A pesquisa IBOPE divulgada nesta quinta-feira no Jornal Anhanguera 2ª Edição não contou com os dados obtidos em relação ao segundo turno. O juiz Fernando Castro Mesquita, a pedido da coligação do candidato ao governo Vanderlan Cardoso (PSB), barrou a divulgação completa dos resultados. A proibição ocorreu pelo fato de ter sido apresentado aos entrevistados uma questão em que as únicas opções, em caso de segundo turno, são os nomes dos governadoriáveis Marconi Perillo (PSDB) e Iris Rezende (PMDB).

A decisão do magistrado teve por base o artigo terceiro da Resolução 23.400/2013, segundo a qual, a partir de 10 de julho de 2014, pesquisas eleitorais têm de apresentar o nome de todos os candidatos, sem qualquer distinção no que se refere a primeiro e segundo turno.

Uma resposta para “IBOPE: Marconi amplia para 13 pontos a vantagem sobre Iris. Vanderlan e Gomide caem”

  1. Avatar IVAN RODRIGUES DOS SANTOS disse:

    QUANTOS ELEITORES POR CIDADE? Í EM QUAIS CIDADES FORAM ENTREVISTADOS?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.