Testemunhas afirmam que suspeito é hóspede do estabelecimento e que a vítima seria um funcionário do local. Três policiais negociam com o sequestrador

Armado, suspeito algemou e vestiu a vítima com uma espécie de colete, em Brasília
Armado, suspeito algemou e vestiu a vítima com uma espécie de colete, em Brasília | Foto: Reprodução/Polícia Civil do DF

Um homem é mantido refém no Hotel St. Peter, no Setor Hoteleiro Sul, em Brasília, na manhã desta segunda-feira (29/9) por um suspeito que se declara terrorista. A vítima é um funcionário do estabelecimento. Todo o prédio foi esvaziado e a área isolada. As primeiras informações dão conta que os dois estão com coletes pretos com explosivos.

O refém está algemado e o sequestrador seria um dos hóspedes do estabelecimento. O suspeito teria batido em várias portas do andar em que estava hospedado, o 13º, e anunciou o ataque terrorista. Segundo testemunhas, o homem estaria “surtado”.

Agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) acompanham a situação e agentes da Divisão de Operações Especiais da Polícia Civil se preparam fazer a segurança interna do prédio.

Policiais avaliam fotografias feitas por repórteres-fotográficos que cobrem o caso a fim de apurar se o que há nos coletes são realmente artefatos explosivos.