Homem é preso suspeito de matar namorado e riscar iniciais do próprio nome na barriga da vítima

Suspeita é de que o assassinato tenha sido um crime de ódio. Autor não aceita a própria orientação sexual

Divulgação

A Polícia Civil de Goiás prendeu um jovem de 21 anos suspeito de matar a facadas o namorado e gravar as iniciais do próprio nome na barriga da vítima. Joel Cunha Silva, de 21 anos, ainda teria furado os olhos do companheiro.

O crime ocorreu no dia 4 de abril deste ano, no apartamento da vítima, no Setor dos Funcionários, em Goiânia, mas Joel teve prisão decretada apenas nesta semana, na cidade de Anápolis.

A Polícia Civil informou que apurou que os dois mantinham um relacionamento há meses. O suspeito, entretanto, nega de forma veemente e diz que matou a vítima por conta de uma dívida. A corporação suspeita que o crime tenha sido motivado por ódio, já que Joel não aceita a própria orientação sexual.

Joel foi indiciado e responderá por homicídio duplamente qualificado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.