Polícia prende suspeito de estuprar a cunhada após dopá-la e confessar crime a pastor

O crime aconteceu em dezembro de 2020, já a prisão ocorreu na última terça-feira, 10, após o suspeito se entregar no fórum de Montividiu

Polícia Civil de Montividiu | Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Um homem, de 33 anos, foi preso suspeito de entrar na casa da cunhada, dopá-la e estuprá-la enquanto ela dormia, em Montividiu. Segundo a polícia o cunhado confessou o ato para um pastor. O crime aconteceu em dezembro de 2020, já a prisão ocorreu na última terça-feira, 10, após o suspeito se entregar no fórum da cidade.

De acordo com a investigação o homem teria usado um produto químico para desmaiar a mulher, de 29 anos, que teve queimaduras no rosto por conta da substância. As imagens de câmera de segurança divulgadas pela Polícia Civil mostram o suspeito no portão da residência da vítima. “Após o crime, ele mesmo levou o pastor onde tinha jogado fora o clorofórmio e os preservativos usados”, disse o delegado responsável pelo caso, Adelson Candeo.

O homem teve a prisão preventiva decretada ainda em dezembro, mas ficou foragido por oito meses até que fosse localizado. Ele foi encaminhado para a Casa de Prisão Provisória de Rio Verde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.