Homem é preso acusado de matar mulher e deixar corpo em pasto de fazenda

Vítima morreu por golpes de faca e pauladas. Suspeito foi preso em Pontalina

Polícia prende suspeito de feminicídio que estava foragido | Fotos: Divulgação PCGO

A Polícia Civil do Estado de Goiás, da delegacia de Pontalina, prendeu na última quarta-feira (8/8) um homem acusado de matar a facadas e pauladas uma mulher em uma fazenda na zona rural de Pontalina, a 120 km da capital.

Adalberto Patrocínio é suspeito de matar a vítima Valdeci Soares da Silva no último dia 28 de julho e deixá-la em um pasto, próximo à sua fazenda. Segundo a polícia, a vítima foi encontrada no dia seguinte com vários sinais de mutilação, provavelmente provocados por animais da região.

O suspeito esteve foragido por mais de uma semana e até que foi encontrado pelos policiais. Ele foi encaminhado ao sistema prisional e aguarda julgamento. A pena pelo crime de feminicídio pode chegar a 30 anos de reclusão.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.