Homem acusado de matar namorada por dirigir alcoolizado vai a júri popular

Thiago César de Oliveira Guimarães dirigia em alta velocidade e perdeu o controle do carro

O juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 3ª Vara dos Crimes Dolosos Contra a Vida e Tribunal do Júri de Goiânia, acatou parecer do Ministério Público do Estado de Goiás e mandou a júri popular Thiago César de Oliveira Guimarães.

Ele será julgado pela morte da própria mulher, Andressa Raphaeli Ferreira Braz, que era passageira do veículo Ford KA dirigido por ele. O carro se envolveu em dois acidentes no dia 15 de dezembro de 2014. No último deles, a mulher faleceu após o veículo ter batido em um poste, na Avenida 85, no Setor Oeste, em Goiânia. Segundo denúncia do Ministério Público, o réu dirigia embriagado.

Após batida em um carro, ao fugir do local do acidente, passando pela avenida 85, no Setor Sul, o motorista acabou perdendo o controle do automóvel, que se chocou contra um poste de iluminação.

Com o impacto, o condutor foi arremessado para fora do veículo e a vítima, que estava sentada no banco do passageiro, acabou sofrendo lesões que causaram a sua morte ainda no local.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.