HDT: pacientes com HIV/Aids podem retirar 3 em 1 no dia 26

Medicamento permite melhor adesão aos doentes. Segundo o hospital, a pílula única é de fácil ingestão e tem boa tolerância

Medicamento 3 em 1 será disponibilizado, a princípio, somente para pacientes que vão iniciar tratamento. | Foto: Divulgação/HDT

Medicamento 3 em 1 será disponibilizado, a princípio, somente para pacientes que vão iniciar tratamento. | Foto: Divulgação/HDT

Pacientes portadores do vírus HIV e da Aids poderão retirar novos medicamentos três em um para tratamento no Hospital de Doenças Tropicais Dr. Anuar Auad (HDT/HAA) a partir do dia 26 de janeiro. Os remédios distribuídos pelo Ministério da Saúde chegaram a Goiás nesta semana.

Em apenas uma pílula, há a combinação de tenofovir (300 mg), lamivudina (300 mg) e efavirenz (600 mg). O uso do medicamento está previsto no Protocolo Clínico de Tratamento de Adultos com HIV/Aids, do Ministério da Saúde.

A aquisição é indicada como tratamento inicial para pacientes soropositivos e, a princípio, será entregue somente para aqueles que vão iniciar o tratamento. Depois, as unidades de saúde receberão quantitativo de medicamentos o suficiente para atender todos os paciente.

Atualmente, os medicamentos são distribuídos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e consumidos separadamente.

Deixe um comentário