Gustavo Bebianno não é mais ministro do governo Bolsonaro

Titular da Secretaria-Geral da Presidência da República deixou o cargo depois de reunião com o chefe do Executivo, Jair Bolsonaro (PSL), na noite de sexta-feira

Gustavo Bebianno foi demitido do cargo de ministro da Secretaria-Geral pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) na noite de hoje | Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) demitiu o Gustavo Bebianno (PSL) do cargo de ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República na noite de sexta-feira, 15. Depois de reunião com titulares de ministérios e o vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB), veio a decisão de tirar Bebianno da equipe do governo.

O anúncio só será feito oficialmente na segunda-feira, 18, quando a demissão virá publicada no Diário Oficial da União (DOU). De acordo com a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, o ato de exoneração já foi assinado por Bolsonaro.

Depois de toda a confusão que envolveu tweets do filho, o vereador do Rio, Carlos Bolsonaro (PSL), contra Bebianno retuitados pelo presidente, o ministro da Secretaria-Geral e o chefe do Executivo se reuniram na noite de hoje.

De acordo com a coluna Painel, a conversa entre Bolsonaro e Bebianno teve tom ríspido. O vazamento de áudios de conversas no WhatsApp à revista Veja e ao site O Antagonista que incluem diálogos do presidente com o ministro teriam sido o motivo que levou à exoneração do titular da Secretaria-Geral.

A Folha de S.Paulo noticiou há pouco que a demissão de Bebianno da equipe do governo é uma decisão sem volta para o presidente Jair Bolsonaro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Andre

Resta saber porque , se foi pq mexeu com o filhotinho de Asno , ou pq Bebiano tinha mais laranjas do que ele…..ou teria pisado no tomate…🤣🤣🤣🤣🤣

Márcio Antônio

O presidente Bolsonaro não precisa de oposição para atrapalhar seu governo, os seus filhos e o PSL se encarregam de fazer isto muito bem. Ele que se cuide, o seu vice tá de olho na vaga….kkkkkkkk

Caio Maior

Bebbiano já comprovou talento e capacidade na produção de laranjas. Tem futuro!