Guarda Municipal vai pedir custeio de vale-alimentação

Categoria aguarda fim do trâmite do projeto de reforma da Prefeitura de Goiânia para apresentar valor. Agentes de segurança encerraram greve no último dia 15 de abril

Guardas querem pagamento de vale-alimentação | Foto: Divulgação/Blog da Guarda Civil

Guardas querem pagamento de vale-alimentação | Foto: Divulgação/Blog da Guarda Civil

Servidores da Guarda Civil Metropolitana aguardam o término da tramitação do projeto de lei da reforma administrativa na Câmara de Vereadores de Goiânia para negociar o pagamento do vale-alimentação com a prefeitura. O valor a ser proposto seria de R$ 230. A segunda e última votação da matéria deve ocorrer no fim de maio.

A categoria foi a primeira a entrar em greve no município neste ano, ficando parada por nove dias. De quatro exigências, três foram atendidas pelo Paço Municipal, como a promoção de guardas com progressão de nível, auxílio-uniforme e mudança no plano de carreira, com possibilidade de promoção de guarda para subinspetor.

“Um ponto positivo foi o pagamento da data base, que deve cair na folha amanhã [quinta-feira, 30]. Eu gasto R$ 200 com a alimentação que preparo. Acho que dá para custear e o valor será proposto ao prefeito, que irá avaliar os impactos na folha da prefeitura”, comentou um agente que trabalha na segurança da Câmara.

Deixe um comentário