Grupo vandaliza e picha “Lula na cadeia” na sede da UNE

Ato foi considerado como um ataque às instituições pela presidente: “Isso só demonstra que estamos do lado certo. A favor da democracia, contra o ódio e intolerância”

sede-une

Imagem divulgada pela UNE mostra vandalismo

A sede da União Nacional dos Estudantes (UNE) de São Paulo foi pichada na manhã deste sábado (12/3). O ato de vandalismo ocorreu por volta das 8 horas e, segundo informa o site Portal Fórum, teria sido praticado por oito homens.

Na imagem acima é possível ver frases como “Lula na cadeia” e “Mortadelas Estudantes”, nos muros do local.

A presidente da UNE, Carina Vitral, divulgou um vídeo em sua página do Facebook repudiando a agressão e lembrou que a última vez que a entidade foi atacada foi em 1964, no início da ditadura militar.

Segundo ela, o ato ter ocorrido um dia antes dos protestos marcados em todo o Brasil a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) é prova de que a direita alimenta “ódio, intolerância e desrespeito às instituições”.

“É preciso se respeitar as instituições! Não conseguirão nos intimidar. Só nós dá mais força para lutar ao lado do nosso povo”, respondeu ela.

Veja o post no Facebook da presidente da UNE:

A sede da UNE em São Paulo foi atacada com pichações. A última vez que a UNE foi atacada foi no 1° de abril de 1964,…

Publicado por Carina Vitral em Sábado, 12 de março de 2016

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Helliton Soares Mesquita

O pessoal que se junta, a CUT, MST, Black Blocks e outros vândalos agora estão ao lado da tolerância? Quanta cara de pau.

Epaminondas

UNE de 64 tem tanto haver com a UNE de 2016 quanto uma pixação por cidadãos tem a ver com um incêndio por agentes de estado.

Parem de implicar com a UNE! Se ela acaba, aonde iremos tirar carteirinhas irregulares para pagar meia entrada?