Governo repassa alimentos e destina R$ 3 milhões para próxima safra

Vice-governador José Eliton repassou 450 toneladas para entidades sociais cadastradas na OVG

Valéria Perillo e José Eliton durante evento | Foto: Jota Eurípedes

Valéria Perillo e José Eliton durante evento | Foto: Jota Eurípedes

Vice-governador e titular da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Irrigação (SED), José Eliton (PSDB) repassou à Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), em solenidade realizada nesta sexta-feira (06/11), 450 toneladas de alimentos oriundas do programa Lavoura Comunitária. Ele representou o governador Marconi Perillo.

O evento foi realizado no auditório Mauro Borges do Palácio Pedro Ludovico Teixeira e contou com a presença da primeira-dama e presidente de honra da OVG, Valéria Perillo, que recebeu simbolicamente de José Eliton os alimentos doados.

Na oportunidade, o vice-governador anunciou oficialmente a destinação de R$ 3 milhões para o fornecimento de insumos para os agricultores utilizarem na safra 2015/2016. O Lavoura Comunitária apoia agricultores familiares do Estado, que recebem insumos e fertilizantes para o plantio da safra.

Em contrapartida, repassam parte da produção para a OVG, que entrega os grãos para entidades filantrópicas goianas. Todos os produtores que cumprem os requisitos legais têm oportunidade de receber apoio do Governo do Estado.

O programa foi criado em 1999 e somente esse ano beneficiou 13 mil famílias e cerca de 400 instituições. Para o vice-governador, esse é um momento de celebração: “Essa é apenas mais uma das ações de natureza social deste governo liderado por Marconi Perillo. O Lavoura Comunitária tem como principal objetivo fazer o alimento chegar à mesa de todos os envolvidos no processo de produção”.

O Lavoura Comunitária é de responsabilidade da Superintendência Executiva de Agricultura da SED, e o repasse às entidades sociais corresponde a 4% da safra 2014/2015, que foi de 11,9 mil toneladas. Os alimentos, já beneficiados e prontos para o consumo, são arroz, milho e fubá. O investimento feito pelo Governo de Goiás no programa foi de R$ 3,6 milhões.

O superintendente executivo de Agricultura, Antônio Flávio, também destacou o perfil social do programa. “Devemos reconhecer a visão de um estadista que se preocupa com as pessoas”, disse ele, se referindo ao governador Marconi Perillo, idealizador do programa. Para Antônio Flávio, isso é sinônimo de desenvolvimento sustentável, e prova que é possível crescer, mesmo em momentos de crise.

Deixe um comentário