Governo propõe que quem ganha até R$ 2.500 não pague o Imposto de Renda

Proposta faz parte da segunda fase da reforma tributária viabilizada pelo governo. Ela também prevê que o IR para empresas seja reduzido

Foto: Reprodução


Foi entregue a Arthur Lira (PP-AL), nesta sexta-feira, 25, pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, a proposta que muda as regras de declaração do Imposto de Renda (IR) de pessoas físicas e empresas. O objetivo do projeto é que cidadãos que recebem até R$ 2.500 não precisem pagar o imposto. 

A proposta será analisada pela Câmara e pelo Senado, e caso aprovada, fará com que mais 5,6 milhões de brasileiros fiquem isentos de declarar o Imposto de Renda. Ela também prevê que o IR para empresas seja reduzido de 25% para 22,5% no ano de 2022 e para 20% em 2023. Segundo Guedes, a redução dos impostos será possível a partir da tributação de rendimentos sobre o capital, fazendo com que a possibilidade de isentar o dinheiro do empresário investido na sua empresa, não exista mais. 

Diante da aprovação da nova proposta, o percentual de quanto se paga de Imposto de Renda passaria a ser de 7,5% para quem ganha entre R$ 2.500,01 a R$ 3.200; 15% para quem recebe entre R$ 3.200,01 a R$ 4.250; 22,5% para os que ganham entre R$ 4.250,01 a R$ 5.300 e 27,5% para quem recebe acima de R$ 5.300. 

As alíquotas não são cobradas integralmente sobre os rendimentos, ou seja, a pessoa que recebe R$ 5.300, por exemplo, não pagará 22,5% sobre toda a parte tributável de seu salário. Esse contribuinte terá os primeiros R$ 2.500 isentos. O que passar desse valor e não exceder os R$ 3.200, será tributado então em 7,5%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.