Governo libera verbas para entidades culturais de Goiás

Anúncio foi feito durante inauguração da reforma da Academia Goiana de Letras

Marconi chega ao evento na AGL | Foto: divulgação

O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), anunciou, na noite da última segunda-feira (8/5), a liberação das verbas relativas aos convênios firmados entre o governo e as seguintes entidades culturais: Academia Goiana de Letras (AGL), União Brasileira de Escritores (Ube) – seção Goiás, Instituto Histórico e Geográfico de Goiás (IHGG) e da Academia Feminina de Letras e Artes de Goiás (Aflag).

O anúncio foi feito na sede da AGL, em Goiânia, durante a solenidade de inauguração da reforma do local. “Sei o quanto os acadêmicos e os membros dessas instituições sofrem para manter em pé essas instituições com suas obrigações em dia. Vamos continuar fazendo nossa parte, dando nossa contribuição”, asseverou.

Mais de 200 pessoas participaram da inauguração da obra de reforma e ampliação da casa onde está instalada a AGL e que pertenceu ao professor Colemar Natal e Silva, um dos criadores da entidade, também da Universidade Federal de Goiás e personagem importante da História de Goiás no Século XX.

O imóvel, localizado na Rua 20, no Centro de Goiânia, é tombado como patrimônio de Goiás e de Goiânia. A obra, que custou cerca de R$ 250 mil, foi custeada por empresas goianas – algumas, por meio de intermediação feita por Marconi Perillo: “Procurei fazer minha parte, falando com algumas pessoas. O fato é que nós estamos aqui hoje para celebrar um fato tão importante para Goiânia e para Goiás”.

“Agradeço ao governador Marconi Perillo pelo apoio cultural e incentivo. Aos parceiros, nossa reverência. Uma reforma de grande estatura. Do telhado ao piso. Telhas francesas, vindas de Monte Carmelo (MG), da fachada, com os detalhes Art Déco preservados, ao interior, com a modernidade a exigir espaço. Portas alargadas, auditório ampliado, banheiros especiais, iluminação adequada. Encontro harmônico do antigo com o novo, um valorizando o outro. Está vistosa, elegante, esbanjando cultura e história”, detalhou a presidente da AGL.

Como pano de fundo da inauguração, ao som do piano de Dona Fifia, a cantora Maria Eugênia entoou duas canções. Gente Humilde e Fado de Villa Boa, cuja letra de Nasr Chaul é considerada o ‘2º Hino’ da Cidade de Goiás.

O saudosismo tomou conta do novo auditório da AGL, quando o governador, ao lado do secretário de Cultura de Goiânia, Kleber Adorno, falou sobre a doação daquele espaço à entidade, obra do então governador Henrique Santillo.

“Eu estava aqui, quando o governador Santillo e o secretário Kleber Adorno entregaram a Goiás esta sede da Academia Goiana de Letras ‘Casa Colemar Natal e Silva’. Eu estava começando meus primeiros passos na política e o Kleber também. Mas aquele foi um dia de muita emoção, porque a Academia passava a ter sua sede própria, a partir de então”, lembrou Marconi.

Ao fim da inauguração, o governador determinou ao secretário João Furtado (Casa Civil), presente no evento, que tomasse as providências necessárias para transferência da posse do imóvel, ainda com a documentação pendente no governo do Estado, à AGL.

Marconi cumprimenta presidente da AGL | Foto: divulgação

“Quer enviando um projeto de Lei para a Assembleia Legislativa ou outra iniciativa legal para que todo esse patrimônio possa, efetivamente, ser dos acadêmicos de ontem, de hoje e de amanhã”, declarou Marconi sob aplausos.

Participaram também a secretária Raquel Teixeira (Educação, Cultural e Esporte) e José Carlos Siqueira (vice-presidente da Goiás Parcerias).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.