Governo garante implantação de 1,5 mil quilômetros de rodovias até 2018

São 61 trechos em andamento em todo o estado; a maioria é de duplicações

Máquinas trabalham nas GO 080, 520 e 070 | Fotos: Agetop

O governo de Goiás anunciou a ampliação da malha de rodovias estaduais em mais de 1,5 mil quilômetros. Com recursos do Goiás na Frente, a Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) atua em 61 frentes de pavimentação.

Com as novas rodovias, segundo a gestão do governador Marconi Perillo (PSDB), a malha passará dos atuais 12 mil para 13,5 quilômetros. As frentes de serviço atuam para garantir a motoristas e pedestres rodovias mais seguras, fortalecendo a economia.

Na relação das obras executadas estão incluídos trechos que começaram a ser pavimentados agora e outros onde a pavimentação foi retomada.

Dos trechos de construção que foram retomados estão a duplicação da GO-080, entre Nerópolis e o Entroncamento com a BR-153 (63,2 quilômetros); a GO-184, que liga a GO-050 à GO-220, mais conhecida como estrada velha de Caiapônia (53,9 quilômetros) e a GO-210, entre Davinópolis e a Divisa GO-MG (8,5 quilômetros). Também a GO-239, trecho São Jorge-Colinas do Sul (18,8 quilõmetros); GO-330, de Taquaral a Santa Rosa de Goiás (14,9 quilômetros); GO-479, entre Lagolândia e Capela (12,9 quilômetros) e GO-520, de Luziânia ao Lago Azul (19,4 quilômetros), além de dezenas de outras rodovias.

Entre os novos trechos que começaram a ser pavimentados pela Agetop estão a duplicação da GO-070, do trevo de acesso a Mossâmedes até a cidade de Goiás (14,5 quilômetros); a GO-139, entre Olhos D’Água e Corumbá (31,7 quilômetros) e a GO-309, de Cachoeira Dourada a Itumbiara (31,1 quilômetros). Ainda a GO-353, trecho Bonópolis-Cruzeiro (26,5 quilômetros); GO-474, de Abadiânia até o Lago de Corumbá (23,2 quilômetros) e a GO-480, de Cirilândia a Santa Izabel (12,9 quilômetros), entre outros. Todas as obras são executadas com recursos do Programa Goiás na Frente.

Deixe um comentário