Governo Federal quer comprar mais de 100 mil pistolas para polícias civil e militar

Edital preliminar diz que a iniciativa tem por objetivo suprir o déficit de amamentos nos Estados

Foto: Reprodução

O Brasil poderá adquirir, por meio de licitação do Ministério da Justiça e Segurança Pública, 106 mil novas pistolas que serão destinadas ao uso da Força Nacional e policiais civis e militares dos estados brasileiros. O custo do projeto é de R$ 444 milhões. O valor, segundo o jornal O Globo, será rateado entre o governo federal e as secretarias de Segurança Pública dos estados.

A Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) chegou a promover audiência pública para debater a licitação. Algumas sugestões foram acolhidas e deverão compor o edital definitivo que, segundo o jornal, será lançado no segundo semestre de 2019.

A nova adesão tende a ser composta por pistolas de calibre 9x19mm com quatro carregadores uma maleta. A publicação ressalta que, do total, 15.414 serão destinadas para a região Norte do País. 29.117 terão como destino o Nordeste, 34.965 o Centro-Oeste, 4.560 o Sudeste e, por fim, 22.480 unidades serão enviadas para o Sul.

O edital preliminar diz que a iniciativa tem por objetivo suprir o déficit de armamentos nos Estados. Em justificativa, o documento ressalta que um levantamento feito no ano passado diagnosticou que a pistola é o segundo maior item na lista de prioridades das instituições estaduais de segurança pública.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.