Governo Federal cria conselho para atender Entorno e promete recursos à Ride

Ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni garantiu fundos da União para região composta por municípios goianos e mineiros, que margeiam a Capital

Governo Federal cria conselho para atender Entorno e promete recursos à Ride
Onyx Lorenzoni | Foto: Alex Ferreira

Após reunião realizada nesta terça-feira, 23, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, anunciou a assinatura de um decreto que cria e reestrutura um conselho de administração da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride).

A promessa é de que isso seja feito em dez dias, quando começam os estudos com os municípios do Entorno do Distrito Federal. Segundo Onyx, o conselho deve ser composto pelos governos do DF, de Goiás e de Minas Gerais, além do próprio Governo Federal.

“Iremos trabalhar na determinação de prioridades, porque estamos num momento oportuno, que pode gerar aplicação de recursos da União na região. A composição vai também dar assento a representantes dos municípios”, disse o ministro.

Governos

Segundo ele, os recursos teriam origem no orçamento da União e em fluxos extraordinários “que poderão ser trazidos para atender essa região”. De acordo com o governador Ronaldo Caiado (DEM), Onyx já apresentou aos presentes na reunião a minuta do conselho da Ride, constituída, também, por ministros.

“Em contrapartida, foi colocada a obrigatoriedade de um cronograma onde teremos que apresentar os Planos Plurianuais dos Estados, e ter uma agenda definida para cada região e cada resultado daquilo que for priorizado”, disse Caiado.

Por parte dos governadores, segundo o democrata, caberá a responsabilidade de fazer um decreto convergindo com a decisão do Governo Federal de criar o conselho. Ainda para Caiado, a Medida Provisória, que cria a Região Metropolitana do DF, que tramita na Alego, vai na contramão da decisão do Planalto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.