Governo desmente recuo sobre corte orçamentário no MEC

Líder do PSL teria dito ao UOL que Bolsonaro anunciou o recuo, Casa Civil, MEC e Joice Hassselmann dizem que informação não procede

Às vésperas da primeira grande greve do Governo Bolsonaro, motivada pelo anuncio de corte em 30% do orçamento das universidades federais, parlamentares, Casa Civil e gabinete de ministro não chegam ao entendimento do recuo ou não do corte. Anuncio de recuo teria sido dado ao UOL pelo líder do PSL na Câmara, deputado federal Delegado Waldir. Entretanto a informação foi desmentida pela Casa Civil.

No começo da noite desta terça-feira, 14, o líder do PSL na Câmara, deputado federal Delegado Waldir (PSL) teria feito o anuncio. Minutos depois a Casa Cívil, o Gabinete do Ministério da Educação (MEC) e a deputada federal Joice Hasselmann (PSL) afirmaram se trata de uma informação falsa.

“Atenção! O ministro da Educação, com quem estou agora, garante que o contingenciamento nas Universidades permanece. Informação confirmada pela Casa Civil e pelo nosso ministro Paulo Guedes. O Governo Jair Bolsonaro sabe o que faz. O resto é boato barato”, escreveu Joice no Twitter

Minutos após a publicação de Joice, foi a vez do deputado Delegado Waldir se defender:

“Quem disser que não é verdade está mentindo. A Casa Civil é atrapalhada. A Casa Civil e a Joice estão desmentindo o presidente da República. Eu não sou mentiroso. Eu não sou cego, nem surdo nem mudo. Eu vi o que o presidente falou. E é o que eu te disse”, declarou após MEC e Casa Civil o contradizerem

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.