Governo de Goiás recebe apoio para regularização fundiária e incentivo à agricultura familiar

Sead, do governo federal, destinou R$ 36 milhões. Recurso promoverá o acesso de 300 famílias à terra e ainda a emissão de 4 mil títulos de propriedade

Secretário de Desenvolvimento Francisco Pontes, deputado federal Lucas Vergílio, vice-governador José Eliton e secretário da Sead, José Ricardo Ramos Roseno | Foto: Larissa Quixabeira / Jornal Opção

A Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), do Governo Federal, assinou nesta sexta-feira (11/8) um acordo de cooperação técnica com o governo do estado de Goiás. O termo assinado prevê a disponibilização de R$ 36 milhões em recursos para regularização fundiária, no âmbito do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF).

Deste montante, R$ 32 milhões serão destinados para promover o acesso à terra de 300 famílias do estado. Os outros R$ 4 milhões serão direcionadas à regularização fundiária, que resultarão na emissão de 4 mil títulos de terras.

Em contrapartida, o governo de Goiás assume o compromisso de disponibilizar as condições necessárias para aplicação dos recursos para os fins que sejam destinados até o final do trabalho conjunto.

José Ricardo Ramos Roseno, secretário da Sead, ressalta que o acordo que o acordo fomenta a agricultura familiar no estado. “É uma ação que contribui para a redução da pobreza rural, promove a sucessão dos jovens no campo, assim como a democratização do acesso à terra e aos recursos financeiros”, disse. Ele esteve em Goiânia para assinatura do convênio com o vice-governador José Eliton (PSDB), em cerimônia no Palácio Pedro Ludovico Teixeira.

José Eliton, que durante a solenidade representou o governador Marconi Perillo (PSDB), ressaltou a importância de Goiás no cenário do agronegócio brasileiro. “Somos um celeiro e estamos aptos a avançar, com superação de dificuldades e valorizando cada vez mais a agricultura familiar, feita por agentes fundamentais na construção de uma agenda de desenvolvimento econômico do estado”, destacou, ao dizer, ainda, “vamos todos seguir que Goiás tem pressa”.

O deputado federal Lucas Vergílio (Solidariedade) também participou da solenidade e elogiou a parceria com o governo do Estado. “Faltava esse elo entre o o governo do estado e o federal, então ficamos felizes em destravar esse recurso. Já ocupávamos esse espaço no governo federal, então quando o governador Marconi Perillo [PSDB] nos convidou para retornar para o governo, nos deu essa missão para trabalharmos em prol da agricultura familiar”, contou.

De acordo com o último Censo Agropecuário, dos imóveis rurais em Goiás, 65% são voltados à agricultura familiar. A atividade também é responsável por 51% das ocupações no meio rural.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.