Além do recurso do socorro federal, governo segue com cortes de 20% dos gastos visando quitar salários de servidores dentro do mês trabalhado

Mesmo com as perdas na arrecadação, o Estado deve garantir o pagamento da folha de junho dentro do mês trabalhado, como ocorrei em meses anteriores. Os servidores estaduais vão receber os salários até o dia 30 deste mês.

Para garantir os recursos de pagamento da folha, o Estado tem promovido um esforço entre os poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário)  para cortes de 20% nos gastos. Todo recurso economizado é revertido para bancar os salários de servidores.

O Estado também recebeu no começo desde mês o recurso proveniente do socorro federal que vem para minimizar os impactos causados pela pandemia do coronavírus. Goiás recebeu a primeira parcela da União, no valor de R$ 324,7 milhões. A verba também deve ajudar na quitação da folha de junho.