Governo de Goiás libera verba para reformas em escolas e construção de quadras cobertas

Montante de R$ 61,3 milhões já está nas contas dos conselhos escolares e contempla 210 escolas, em 116 municípios

O Governo de Goiás formalizou nesta sexta-feira, 25, o repasse de mais de R$ 61,3 milhões para a construção de quadras cobertas, cobertura de quadras esportivas, obras de reformas e ampliações em 210 unidades escolares da rede estadual, em 116 municípios.

Também foram entregues 5.295 jogos de cadeiras, que beneficiam 100% dos centros de ensino em período integral (Cepis), e 3.400 escaninhos. Em discurso, Caiado volta a exaltar desempenho no Ideb. “Isso aumenta nossa responsabilidade”, disse

Os atos que formalizam os repasses foram assinados pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) em solenidade na sede centralizada da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), com a participação da presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais, a primeira-dama Gracinha Caiado, e da secretária de Educação, Fátima Gavioli.

No dia em que completa 71 anos, o governador voltou a falar da satisfação pelo desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). “Chego em Brasília já arrasando com esse primeiro lugar. Estou apaixonado pela turma da Educação”, repetiu aos presentes, a quem atribuiu os avanços conquistados em um ano e nove meses de governo.

O governador também destacou os investimentos do Estado para melhorar a infraestrutura das unidades escolares e recomendou que as quadras que serão construídas tenham qualidade. “Sejam bastante exigentes com aqueles que estão fazendo as obras”.

Em entrevista, Fátima Gavioli garantiu que o dinheiro do repasse, bem como das emendas parlamentares, já está na conta dos respectivos conselhos escolares, que agora ficam encarregados das licitações. “Pela legislação, é provável que dentro de 60 dias deem início às obras”, projetou Fátima. A secretária prevê que as entregas sejam concluídas até fevereiro do ano que vêm.

Segundo a secretária, algumas quadras eram aguardadas há mais de 20 anos. “Governos anteriores começavam e paravam. Ordens de serviço sumiam. Nós fizemos o contrário, liberamos o dinheiro, para garantir que a quadra vá sair”, relatou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.