Deputado quer elevar receita da educação na UEG

Parlamentar afirma que Universidade cumpre importante papel de descentralização. “Formar um profissional e deixá-lo dentro de sua região”

Projeto de Emenda à Constituição Estadual do deputado estadual Antônio Gomide (PT) prevê aumento de recursos anuais receita da educação da Universidade Estadual de Goiás (UEG) em 30%. “Sendo 4,25% à política de ciência e tecnologia, aumentando o orçamento da universidade, que hoje é de 2%, para 3%, além de reivindicação do repasse de duodécimos mensais pelo Estado”.

Para o petista, os 40 campi da UEG carecem de um orçamento melhor e a grande reclamação que tem ouvido da classe é sobre a dificuldade de fazer esse recurso chegar até dezembro. “Estamos tratando de ensino superior, daqueles que saem da graduação e vão prestar serviços para o Estado. Nesses 20 anos de UEG, temos pelo menos 100 mil formados”, fala sobre a importância das unidades.

Gomide lembra, ainda, que a Universidade Estadual cumpre papel importante, que é o da descentralização. “Formar um profissional e deixá-lo dentro de sua região”, justifica e faz um apelo: “Tomara que possamos ter uma universidade de qualidade. Para isso, precisamos que o governo do Estado dê um orçamento adequado para manter um campus de forma adequada”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.