Goiás não vai cobrar ICMS sobre aumentos da Petrobras

O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), aprovou nesta sexta, o congelamento do valor do ICMS por 90 dias. A medida entra em vigor na próxima segunda-feira, 1º

O governador Ronaldo Caiado (DEM) anunciou nesta sexta-feira, 29, por meio de suas redes sociais, que Goiás não cobrará a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), sobre os aumentos nos preços dos combustíveis. 

O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), colegiado formado pelos secretários de Fazenda dos Estados e do Distrito Federal, aprovou nesta sexta, o congelamento do valor do ICMS por 90 dias.

Caiado ressaltou que o Estado votou favoravelmente à proposta de congelamento do preço médio ponderado ao consumidor final de combustíveis (PMPF). A medida entra em vigor na próxima segunda-feira, 1º.

Uma resposta para “Goiás não vai cobrar ICMS sobre aumentos da Petrobras”

  1. Está decisão, não é de Goiás e sim de todos estados brasileiros, conforme decisão do CONFAZ, fazendo com que todos os Estados, cumpram a decisão do órgão e aí do Governador que não venha cumprir. É isso que vocês tem que mostrar aos seus leitores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.