Goiás é o Estado que cria empresas em menor tempo do país

Segundo Mapa de Empresas, prazo estimado para abertura de um negócio no Estado é de um dia e uma hora

Governador Ronaldo Caiado (DEM) | Foto: Divulgação

De acordo com o Mapa de Empresas que avaliou o segundo quadrimestre de 2020, Goiás é o Estado que leva o menor tempo de abertura de empresa no Brasil. De acordo com o documento, um dia e uma hora é o tempo estimado para que uma empresa seja aberta em Goiás. O dado mostra uma queda de 11 horas (30,6%) em relação ao primeiro quadrimestre do ano.

Com isso, o Estado sai da terceira posição, que ocupava anteriormente para a primeira no ranking. “Isso representa mais desenvolvimento econômico para nosso Estado e uma movimentação maior da economia e de novos negócios aqui na nossa região”, declarou o governador Ronaldo Caiado, ao lembrar que quando assumiu a gestão, há dois anos, Goiás ocupava a 27ª posição neste mesmo ranking.

“Vamos seguir trabalhando duro para impulsionar a economia goiana e levar mais dignidade e qualidade de vida para todos os que aqui vivem”, afirmou o governador.

Entre as cidades que despontam como as mais rápidas do país, São Miguel do Araguaia fica na liderança nacional, com apenas uma hora e 50 minutos na médica do tempo de abertura. Minaçu se destaca em sexto lugar, com seis horas e dois minutos, enquanto Piracanjuba tem um tempo médio de sete horas e 18 minutos.


Capitais e Região

Entre as capitais, Goiânia foi a segunda colocada, atrás apenas de Florianópolis. Na capital, o tempo médio para se abrir uma empresa é de 20 horas neste segundo quadrimestre. Em relação ao período anterior, houve redução de 42,9%, ou 15 horas.

Na Região Centro-Oeste, Goiás é o Estado mais rápido. Os quatro estados que compõem a região estão entre os cinco mais céleres no serviço. Dados da Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg) apontam que foram registrados 2.558 novos empreendimentos em agosto. O maior quantitativo mensal do ano. Nos últimos quatro anos, este também foi o melhor resultado para o mês de agosto.

“Recebemos um desafio no início da gestão. De 27º lugar, saltamos para o terceiro no último quadrimestre, e hoje recebemos essa excelente notícia: Goiás é o mais ágil em formalização de novas empresas no país”, celebrou. “Missão dada é missão cumprida”, pontuou Euclides Barbo Siqueira, presidente da Juceg.

Mapa de Empresas

O Mapa de Empresas do Brasil é uma ferramenta disponibilizada pelo governo federal. A média nacional estimada é de dois dias e 21 horas, o que mostra uma redução de 25,8% em relação ao quadrimestre anterior.
De acordo com o mapa, no segundo quadrimestre foram abertas 1.114.233 empresas no país, cerca de 6,0% a mais que no primeiro quadrimestre de 2020 e uma alta de 2,0% em relação ao segundo quadrimestre.

As empresas fechadas do segundo quadrimestre somam 331.569, uma queda de 6,6% em comparação com os primeiros quatro meses deste ano e 17,1% a menos que no mesmo período do ano anterior.
Com isso, foram abertas 782.664 no país, somando 19.289.824 empreendimentos abertos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.