Goiânia pode ganhar Mapa Digital de Conflitos Ambientais

Matéria de autoria do vereador Paulo Borges foi aprovada nesta quinta-feira (1º) e segue para a sanção do prefeito

A Câmara de Goiânia aprovou, nesta quinta-feira (1º/9), projeto de lei que determina a criação de um “Mapa Digital dos Conflitos Ambientais” para a capital. A matéria é de autoria do vereador Paulo Borges (PR) e segue, agora, para a sanção do prefeito.

A matéria prevê a publicação do mapa, pelo Executivo, com atualização a cada 120 dias. As despesas para execução da Lei correrão por conta de dotações orçamentárias próprias ou suplementadas, se necessárias.

Em sua justificativa, Paulo Borges destaca que um relatório da ONG Global Witness, publicado na época da apresentação do projeto, em  2014, trazia um balanço dos conflitos ambientais em todo o planeta, e esta lista era liderada pelo Brasil.

O parlamentar ressalta, ainda, que Goiânia, após mais de 80 anos de sua construção, mostra visivelmente vários conflitos gerados por seu crescimento urbano.

“Nosso objetivo é identificar estes conflitos que decorrem das diversas pautas estabelecidas pelo movimento ambientalista na capital e colocá-los para conhecimento da sociedade para que esta possa cobrar as providências necessárias para solucioná-los”, explica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.