Gêmeas siamesas são separadas após 17 horas de cirurgia no Hospital Materno Infantil em Goiânia

As meninas foram encaminhadas para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) onde estão sob acompanhamento da equipe de especialistas das unidade

Hospital Materno Infantil (HMI) | Foto: Divulgação

O cirurgião pediátrico Zacharias Calil realizou a cirurgia de separação das gêmeas siamesas de um ano e cinco meses, Laura e Laís Silva. O procedimento foi realizado no Hospital Materno Infantil (HMI) na terça-feira, 26, e durou 17 horas terminando por volta de 00h30. Cerca de 30 pessoas participaram da cirurgia.

Após 15 horas, a pequena Laura foi a primeira a sair da sala de cirurgia e duas horas depois, foi a vez da irmã Laís. Segundo a equipe, as duas foram encaminhadas para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital onde estão sob acompanhamento da equipe de especialistas.

De acordo com informações da assessoria do médico, a cirurgia foi um sucesso. As gêmeas eram ligadas pela região intestinal, bexigas, ureteres, genitália e a bacia. Elas vieram da cidade de Piraí do Norte, na Bahia e no dia 13 de dezembro do ano passado fizeram um cirurgia para colocar expansores de pele.

Zacharias Calil explicou em entrevista que a família das crianças pediu para que não fosse divulgado  o estado de saúde delas.  O médico ressalta  o sucesso da cirurgia. “Foi um procedimento complexo por envolver várias estruturas, mas transcorreu muito bem”, afirma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.