Fux afirma que manifestações de 7 de setembro não devem ultrapassar o limite do respeito às instituições brasileiras

Afirmação em questão foi feita em meio a um período de observância de ataques sofridos pela Corte e seus ministros por parte de Bolsonaro e seus aliados

Ministro Luiz Fux, presidente do STF.

Luiz Fux, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), evidenciou nesta quinta-feira, 2, que as manifestações a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) marcados para o dia 7 de setembro, fazem parte do direito à liberdade de expressão dos brasileiros, mas que espera que tudo seja feito partindo dos princípios de responsabilidade cívica e respeito institucional. 

Essa alegação foi feita em um momento em que as relações entre a Suprema Corte e Bolsonaro estão estremecidas devido a trocas de ataques entre esses lados. Fux chegou a alegar que o exercício da cidadania pressupõe o respeito à integridade das instituições democráticas e de seus membros, evidenciando que a Suprema Corte continuará “atenta e vigilante” aos atos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.