Funcionários da Santa Casa entram em greve por falta de pagamento

Segundo trabalhadores, os atendimento na unidade só serão retomados depois que os salários forem pagos

Funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Goiânia fazem greve por falta de pagamento | Foto: Reprodução

Os funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Goiânia pararam os atendimentos na manhã desta terça-feira (21/11) por falta de pagamento. Os trabalhadores ainda não receberam o salário de outubro, que deveria ter sido depositado até o 5º dia útil de novembro.

Segundo uma funcionária do local, o hospital está fechado e os atendimentos só serão retomados quando o salário for pago. “Falaram que ia sair semana passada, depois disseram que ia sair ontem. Acontece que hoje já é dia 21 e não temos sequer previsão de quando vai sair o pagamento”, disse.

Segundo um médico da Santa Casa, os clínicos e residentes, apesar de não fazerem parte do movimento grevista, se solidarizam com os demais funcionários pois também estão sem pagamento há pelo menos três meses. “Todo o dinheiro da Santa Casa, mais de 90% é do SUS, ou seja, da receita que o governo federal manda para a Secretaria Municipal de Saúde. A falta de pagamento é responsabilidade da administração municipal”, disse um médico ao Jornal Opção.

A reportagem tentou contato com a assessoria de imprensa da Santa Casa de Misericórdia e com a Secretaria Municipal de Saúde, mas não obteve resposta até a publicação da matéria.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.