e271d1f0700bc7acae86478a0cd262f8A funcionária do jornal “Diário da Manhã”, Amanda Letícia Oliveira Magda da Pureza, de 19 anos, que estava desaparecida desde a última terça-feira (22/10), voltou para casa na quinta-feira (23). A estudante universitária, que foi vista pela última vez em um bar na Praça Universitária, disse à família que após sair do estabelecimento decidiu ir para a chácara de alguns amigos. Entretanto, o carro teria ficado sem gasolina e a bateria do celular teria acabado.

Por volta da meia-noite da terça-feira, Amanda conversou com sua mãe por telefone e disse que estava na casa de uma amiga. Mais tarde, no entanto, a mulher entrou em contato com a amiga da filha que contou que Amanda não esteve em sua casa em momento algum. Ao voltar para casa, a jovem explicou à mãe que quando falou com ela por telefone ainda estava em Goiânia, e resolveu ir para a chácara mais tarde – momento que ficou sem gasolina e bateria no celular.

A mãe informou ao site G1 que Amanda está chorando muito, dizendo que não queria que ficassem tão preocupados com ela. “Ela disse que não era a intenção dela, que aconteceu um imprevisto e ela não conseguiu avisar”, explicou.