A ex-deputada teve a prisão preventiva decretada pela juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce

A pastora e deputada federal cassada, Flordelis dos Santos de Souza, foi presa em sua casa na noite desta sexta-feira, 13. Flordelis é tida como a mandante do assassinato de seu marido, Anderson do Carmo. A prisão preventiva foi solicitada pela juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói.

Minutos antes de ser presa, a ex-deputada gravou um vídeo para sua rede social em que diz: “Olá, gente. Chegou o dia que ninguém desejaria chegar. Estou indo presa por algo que eu não fiz, por algo que não pratiquei. Eu não sei para quê, mas estou indo com força e com a força de vocês. Orem por mim. Orem, orem. Uma corrente de oração na internet. Busquem a Deus, está bom? Um beijo, amo vocês”

Na última quarta-feira, 11, o o Plenário da Câmara dos Deputados decidiu por 437 votos favoráveis, 7 contrários e 12 abstenções, cassar o mandato da deputada Flordelis (PSD-RJ). Durante a sessão na Câmara, Flordelis disse aos deputados que eles se arrependeriam da condenação. “Quando o tribunal do júri me absolver, vocês vão se arrepender de ter cassado uma pessoa que não foi julgada”, afirmou.

[relacionadas artigos=”345716″]