Fisco descobre fraude na comercialização de lubrificantes de SP para Goiás

Documento fiscal era cancelado após envio de mercadorias para o Estado. Remessas transportadas sem recolhimento tributário somam R$ 1 milhão

A Delegacia Regional de Fiscalização de Luziânia descobriu uma fraude na comercialização de lubrificantes que vinham de São Paulo para Goiás. As mercadorias enviadas ao Estado, que só este ano somaram R$ 1 milhão, tinham o documento fiscal cancelado após o envio das remessas, sem recolhimento tributário.

A descoberta da irregularidade ocorreu durante blitz de rotina do Comando Volante da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Luziânia, na BR-060, em Santo Antônio do Descoberto.

Ao abordar o caminhão que transportava lubrificantes no valor total de R$ 87 mil, os auditores constataram que o documento fiscal apresentado havia sido cancelado pelo contribuinte remetente. Na delegacia, foi feita auditoria em outras notas fiscais e constatada a prática recorrente.

“O contribuinte emitia a nota fiscal apenas para transportar a mercadoria e depois fazia o cancelamento quando ela já havia chegado no destino ou estava próximo a ele”, detalhou o supervisor de Fiscalização, Montaigne Mariano.

Segundo ele, a empresa, que já foi autuada e pagou R$ 23 mil entre ICMS e multa, passará ainda por auditoria da Gerência de Substituição Tributária da Secretaria Estadual da Fazenda.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Andre

estas fraudes contatinuam em andamento por varias empresas de SP que mandam para outros Estados desta forma. Outra pratica são as viagens de varias cargas com a mesma nota fiscal. As empresas Vecchi Lubrficantes, Karter Lubrificantes, Ultrax Lubrificantes, Lubrimotors, Incol Lubrificantes, Speedy oil de SP e a Teclub Lubrificantes do Paraná utilizam destas praticas para sonegar e também subfaturam os produtos em até 30% do valor real da mercadoria para os clientes que precisam de nota fiscal.

Sergio

Infelizmente a fazenda dos Estados nao estao dando conta de pegar todos os fraudadores. As empresas abaixo citadas fazem isso enviamdo mercadoria desta forma para todoco Parana, santa catariana, rio grande do sul, mato grosso e ate para nordeste. Os nomes dos fraudadores estao ai, basta a fiscalizacao fazer uma varredura nelas que nao irao se arrepender:

Vecchi Lubrficantes, Karter Lubrificantes, Ultrax Lubrificantes, Lubrimotors, Incol Lubrificantes, Speedy oil de SP e a Teclub Lubrificantes do parana.