Fifa dobra premiação da Copa do Mundo feminina, mas valor ainda é menor que da masculina

Enquanto o prêmio da seleção campeã do campeonato masculino é de US$ 38 milhões, na versão com atletas mulheres, a vitoriosa sai com US$ 4 milhões

 

A Federação Internacional de Futebol (Fifa) anunciou aumento de 100% na premiação da Copa do Mundo feminina, que se inicia nesta sexta-feira, 7, e é realizada na França. Mas o valor ainda é consideravelmente menor que o direcionado à versão masculina do campeonato.

Até a sétima edição, o prêmio para as 24 seleções participantes era de US$ 15 milhões. Neste ano, na oitava edição, valor será de US$ 30 milhões. Por outro lado, na Copa da Rússia de 2018, as seleções masculinas receberam um total de US$ 400 milhões.

Só a campeã, a França, ganhou US$ 38 milhões. Na copa feminina, a campeã tem direito a US$ 4 milhões. Um valor quase dez vezes menor que o da versão masculina.

Em nota, o sindicato dos atletas de futebol, a FIFPro, se posicionou: “O futebol continua ainda mais longe da meta de igualdade para todos os jogadores da Copa do Mundo, independentemente do sexo. Na realidade, as mudanças significam, na verdade, um aumento na diferença entre prêmios em dinheiro de homens e mulheres. Essa tendência regressiva parece contrariar o compromi

Foto: Divulgação

sso estatutário da Fifa com a igualdade de gênero” escreveram. (Com informações do Portal Terra)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.