Fachin nega suspender julgamento de recurso de Lula no caso do sítio de Atibaia

Análise de recurso por tribunal de segunda instância está marcada para o próximo dia 27

O ministro Luiz Fachin | Foto: Arquivo/Agência Brasil

O ministro Luís Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou pedido de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para suspender o julgamento do recurso contra condenação no caso do sítio de Atibaia, nesta segunda-feira, 25.

Fachin considerou que não cabe ao STF analisar o pedido, já que as instâncias superiores não alisaram a questão. A argumentação do ministro fala que ainda falta análise do colegiado. Ele também diz não haver nenhuma ilegalidade no andamento do caso no TRF-4 que justificasse uma intervenção do Supremo.

Lula foi condenado em primeira instância a 12 anos e 11 meses por corrupção passiva, corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Os advogados do ex-presidente recorreram ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), de segunda instância, para pedir a absolvição. O julgamento está marcado para o próximo dia 27.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.