Facebook desativa contas ligadas a políticos do PSL e família Bolsonaro

Ao menos 35 contas e 14 páginas do Facebook, além de 38 contas do Instagram, foram desativadas por fazerem parte de rede de fake news

O Facebook apagou 35 contas, 14 páginas e um grupo no Facebook, além de 38 contas no Instagram, ligadas ao Partido Social Liberal (PSL) e gabinetes da família Bolsonaro. As atividades das contas, de acordo com comunicado do Facebook, incluíam criação de pessoas fictícias fingindo ser repórteres, publicação de conteúdo e gerenciamento de páginas e fingindo ser veículos de notícias.


As contas espalhavam notícias, eventos locais, memes e ataques à oposição, veículos de imprensa e jornalistas e pandemia de coronavírus. De acordo com o Facebook, essas páginas investiram US$ 1,5 mil em anúncios, pagos em real. As contas do Instagram, juntas, tinham cerca de 917 mil seguidores e o grupo removido reunia 350 pessoas.Outras 883 mil pessoas seguiam as Páginas do Facebook.

As páginas estavam ligadas a uma rede de fake news, provindas dos gabinetes do presidente Jair Bolsonaro, do senador Flávio Bolsonaro, do deputado federal Eduardo Bolsonaro e de deputados estaduais do PSL Anderson Moraes e Alana Passos.


Segundo o Facebook, parte das publicações tinham sido removidas por violar padrões da comunidade. Os escritórios vinculados às contas se envolveram em comportamento inautêntico na plataforma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.