Matéria é complexa e deve ser alvo de discussões intensas em plenário. Vereadores pretendem dividir a análise em tópicos

Foto: Alexandre Tavares

[relacionadas artigos=”198444,198432,198876″]

O presidente da Câmara Municipal, Romário Policarpo, afirmou que haverá esforço concentrado para discutir o Plano Diretor neste segundo semestre. “Nossa expectativa é votar o projeto ainda neste ano. Há tempo e disposição suficientes para isso”, disse.

Segundo ele, a ideia é não misturar a discussão do plano com o período eleitoral de 2020. “Vamos dividir a proposta de Plano Diretor em vários tópicos de análise, de acordo com as áreas de planejamento, de forma a apontar os efeitos dele sobre a cidade”, afirmou.

“Esses efeitos, ou seja, o impacto das mudanças do plano sobre a vida da cidade, serão levados para a discussão com a população, que é quem dará a palavra final sobre as mudanças”, completou.

O texto da Lei Complementar chegou à Câmara Municipal com oito volumes e um total de 2.500 páginas. A matéria é complexa e deve ser alvo de discussões intensas em plenário. O Jornal Opção tem feito reportagens sobre o conteúdo e apontado as problemáticas da matéria.