Executiva do PT que acompanhará Lula em Curitiba ficará em hotel 4 estrelas

Coluna Painel, da “Folha de S. Paulo”, revela que alto escalão do partido pagará R$ 345 na diária 

Fachada do hotel Pestana, em Curitiba | Foto: reprodução

A “Folha de S. Paulo” registra, nesta terça-feira (9/5), que a Executiva do PT nacional que acompanhará o depoimento do ex-presidente Lula em Curitiba ficará hospedada em um hotel quatro estrelas.

Segundo a coluna “Painel”, a diária no hotel Pestana, no Centro da capital paranaense, custará R$ 345.

O depoimento, marcado para a esta quarta-feira (10) será o primeiro encontro entre o juiz Sérgio Moro e o petista. Para a ocasião, apoiadores e críticos marcaram manifestações pela cidade. A segurança será reforçada pela Polícia Federal (PF) e Polícia Militar (PM), que garantirão um perímetro de isolamento de 150 metros na região do prédio da Justiça Federal.

No entanto, a juíza Diele Denardin Zydek, da 5ª Vara da Fazenda Pública do Paraná determinou multa de R$ 100 mil para quem se aproximar sem autorização do perímetro estabelecido para o depoimento do ex-presidente ao juiz da Lava Jato.

A decisão proíbe a montagem de acampamentos e estruturas em qualquer rua e praça da cidade, sob pena de R$ 50 mil e a passagem de veículos não-cadastrados nas áreas delimitadas, também sob multa de R$ 50 mil. A decisão vale a partir das 23 horas desta segunda-feira (8) até as 23 horas de quarta-feira (10). As manifestações e protestos, porém, seguem autorizados.

Caso seja mantida a proibição aos acampamentos pró-Lula em Curitiba, a militância trabalha, segundo a “Folha”, um plano B: negociam usar um terreno próximo à rodoviária da capital para instalar palco para ato político e armar barracas.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.