Ex-prefeito é preso por desvio de verba da Educação 25 anos após fim do mandato

Floripes Antônio Magalhães, de Alvorada do Norte, foi condenado por se apropriar de 50 milhões de cruzeiros que seriam destinados a reforma de escolas municipais

O ex-prefeito de Alvorada do Norte, Floripes Antônio Magalhães, foi preso na manhã desta quarta-feira (20/9), em cumprimento a mandado de prisão definitiva. Ele foi condenado por desvio de verba destinada à Educação do município enquanto chefe do Executivo, entre os anos de 1989 e 1992.

Conforme o mandado de prisão, ele foi condenado a quatro anos e quatro meses por crimes de responsabilidade. Sentença de 2017 condenou Magalhães a cumprir a pena em regime semi-aberto.

De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), Magalhães recebeu em 1992 da União uma verba de 50 milhões de cruzeiros, valor correspondente a R$ 103.930 atuais, para reformas na escola municipal Antonio Clareto Cardoso. O dinheiro foi sacado dois meses depois de ser repassado pelo governo federal, mas não foi investido na escola objeto do convênio.

Magalhães foi preso em um posto de combustível, às margens da BR-020, em Alvorada do Norte, e encaminhado ao presídio da cidade.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.