Ex-prefeito de Itapuranga deixa legado de dedicação à vida pública

Governador Marconi Perillo lamentou a morte de Sinval Boaventura. Para ele, o político será lembrado por sua honradez e coerência na defesa dos interesses do povo

Foto: Thais Flávia

Foto: Thais Flávia

A política goiana perdeu uma referência nesta segunda-feira (27/5) com a morte do ex-prefeito de Itapuranga, Sinval Boaventura. Eleito a cargos como de prefeito, deputado estadual, deputado federal e presidente de bancos estatais, aqui e em Minas Gerais, o agropecuarista e político era conhecido por sua postura rígida e por seu comprometimento com o trabalho.

Sinval faleceu aos 90 anos em decorrência de uma pneumonia, durante a madrugada, depois de passar cerca de uma semana internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Lúcio Rebelo, em Goiânia. Ele foi sepultado no mesmo dia, no período da tarde, no Cemitério Jardim das Palmeiras, na capital.

Nascido em Abaeté dos Mendes, em 1924, Sinval iniciou sua trajetória na vida pública no pequeno município de Rio Paranaíba, em Minas Gerais. Elegeu-se prefeito aos 22 anos, se reelegendo duas vezes depois, décadas mais tarde.

Em 1959, veio a Goiânia auxiliar na construção de Brasília, no entanto, retornou a Minas Gerais logo após a conclusão da capital. Novamente em Rio Paranaíba, além de ocupar o cargo Executivo, conseguiu se eleger uma vez como deputado estadual e três como deputado federal.

Fixou residência em Goiás na década de 80, onde ocupou a Secretaria de Governo e a presidência da presidência da Caixa Econômica do Estado de Goiás (Caixego) durante o governo de Ary Valadão. Após deixar o cargo, mudou-se para Itapuranga, onde foi prefeito entre 1993 e 1997, pelo PST.

Desde então abandonou a vida pública, se dedicando à propriedade rural que possuía no município goiano. No início deste ano, a esposa do político, Odete Maria Boaventura, faleceu, o que agravou seu estado de saúde.

Há algumas semanas ele lutava contra uma pneumonia, que acabou por vitimá-lo. Sinval deixa quatro filhos: Afonso, Bernardete, Sinval Filho e Ricardo. Um de seus netos, Afonso Boaventura, é secretário de Planejamento de Aparecida de Goiânia.

O governador Marconi Perillo (PSDB) lamentou a morte de Sinval, que para ele era um político muito devotado ao trabalho para a sociedade. “Sinval era um político dotado de uma personalidade forte e demonstrou sempre um grande espírito público, trabalhando com afinco e dedicação em todas as funções que exerceu. Deixa um legado de honradez e coerência na defesa dos mais dignos interesses do povo que representou”, disse o governador.

2 respostas para “Ex-prefeito de Itapuranga deixa legado de dedicação à vida pública”

  1. flavio fernando furtado disse:

    ai era um home com muira honradez deixo ai as condolencias de todos os carmenses esse homem e culpado por carmo produzir muito cafe e esportar p o mundo obrigado sinval um homem politico faz historia mas como vc deixou ai o exemplo a todos de carmo do paranaiba que deus te abençoe paz e bem flavio fernando furtado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.