Foto: Facebook/divulgação
Foto: Facebook/divulgação

O ex-marqueteiro de Iris Rezende (PMDB), Dimas Thomas, que trabalhou em toda a campanha do peemedebista até o primeiro turno, reclamou de “candidatos caloteiros” no perfil de seu Facebook. “Qualquer candidato deveria ser proibido de disputar o segundo turno sem ter honrado os compromissos financeiros do primeiro. A Lei Eleitoral é covarde, afinal ela foi feita pelos e para os próprios políticos.”, publicou.

Após o primeiro turno, o grupo de Iris Rezende buscado alianças com os ex-candidatos Antônio Gomide (PT) e Vanderlan Cardoso (PSB), além de ter trocado parte de sua equipe de campanha – que continua sob a coordenação de Sandro Mabel. Um dos novos integrantes é Pedro Novaes, da Sambatango, à frente das questões referentes à criação. O marqueteiro Paulo Faria é apontado como outro integrante do grupo, mas não confirma, dizendo apenas que ainda está negociando.

O Jornal Opção Online tentou entrar em contato com a assessoria de imprensa de Iris Rezende mas os telefonemas não foram atendidos. O deputado Sandro Mabel disse que não falaria com a imprensa, e que tudo deveria ser tratado com a assessoria.