Ex-candidato a deputado federal pelo MDB acredita em apoio de Iris a Caiado em segundo turno

Marcelo Lins desistiu da campanha proporcional para embarcar em projeto democrata ao governo estadual 

Foto: divulgação

Marcelo Lins, ex-chefe de gabinete do presidente da Câmara Municipal de Goiânia, renunciou à candidatura de deputado federal pelo MDB para trabalhar na campanha do candidato ao governo de Goiás pelo Democratas, senador Ronaldo Caiado. A justificativa do ex-candidato foi a estagnação do candidato do MDB ao Palácio, Daniel Vilela, que patina em 10% de intenção de voto em várias pesquisas divulgadas no Estado.

“Ronaldo vai fazer as transformações que todos nós goianos desejamos, um governo transparente, combate corrupção e a serviço da população. O MDB 100% autêntico está com Caiado”, afirmou Marcelo.

Segundo Lins, a corrente Irista do MDB (filiados fiéis ao prefeito de Goiânia, Iris Rezende) trabalha na campanha de Caiado há algum tempo. Ele citou o prefeito de Catalão, Adib Elias, como um dos membros do time fiel ao prefeito. Além de Adib, estão Samuel Belchior, Ernesto Roler (prefeito de Formosa), Genésio de Barros, Lazaro Barbosa, Luiz Soyer e Nailton Oliveira na campanha democrata, segundo Lins.

Marcelo não soube dizer se o prefeito apoia a candidatura de Caiado, mas confirmou que a Dona Íris, candidata a deputada federal pelo MDB, não engrossa a campanha democrata. “Ela apenas participou de um evento onde estava o senador Wilder Morais (DEM), candidato à reeleição na chapa de Caiado” , afirmou o ex-candidato.

Marcelo Lins acredita que o prefeito de Goiânia apoiará Caiado num eventual segundo turno. “Ele é o único que pode derrotar Marconi Perillo”, justificou Lins. O emedebista foi assessor da Dona Íris por oito anos e até junho deste ano, chefiava o gabinete do presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Andrey Azeredo (MDB). Lins também é diretor-secretário da Fundação Ulysses Guimarães.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.