Estudos avaliam porquê a Covid-19 é mais grave em pessoas com síndrome de Down

Cientistas brasileiros chamam atenção para a importância da vacinação nesse grupo

Pesquisadores brasileiros desenvolveram um estudo para tentar entender o porquê de pessoas que tem a síndrome de Down apresentarem quadros de Covid-19 mais grave. Entre as hipóteses levantadas, estão os fatores como formação anatômica, genética, sistema imunológico e o gene TMPRSS2. A síndrome de Down é caracterizada pela condição genética causada pela presença de três cromossomos 21 nas células dos indivíduos, em vez de dois. Hoje, dia 21 de março, é comemorado o Dia Internacional da Síndrome de Down.

O foco do estudo é a possibilidade do gene TMPRSS2, localizado em células do sistema nervoso central, ser o causador principal do agravamento da doença nessas pessoas. A pesquisa mostra que o SARS-CoV-2 usa o receptor ACE2 para invadir e se replicar no ambiente intracelular. Este processo é mediado pela interação dependente do receptor TMPRSS2, presente no cromossomo 21, que em pessoas que tem síndrome de Down, ele se apresenta triplicado. “Assim, é razoável pensar que os casos mais graves de COVID-19 nesses indivíduos possam ser parcialmente explicados por essa contribuição”, afirma o estudo.

Além disso, as pessoas que tem a síndrome costumam apresentar anormalidades cardíacas e pulmonares o que contribuiria para o agravamento da doença. No estudo, foi analisado que pacientes com Down com mais de 40 anos, tem três vezes mais chances de morrer em decorrência da Covid-19 do que pessoas que não tem a síndrome. Por isso, os cientistas reiteraram a importância da vacinação prioritária nesse grupo, pois ela diminui drasticamente os riscos do desenvolvimento grave desta doença.

O estudo foi desenvolvido por Victor Gustavo Oliveira Evangelho, Murilo Lamim Bello, Helena Carla Castro & Marcia Rodrigues Amorim e publicado na revista Neurological Sciences.

Uma resposta para “Estudos avaliam porquê a Covid-19 é mais grave em pessoas com síndrome de Down”

  1. Avatar LUIZ PEDRO DA SILVA disse:

    A vacina tem contra indicação?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.