Estudantes de Medicina espancam e matam professor de Educação Física

Mauro assassinado por estudantes de medicinaMauro Costa Júnior, de 23 anos, não teve como reagir à agressão. A Polícia já sabe quem cometeu o crime

O jornal “O Dia” informa que o professor de Educação Física Mauro Costa Júnior [foto ao lado; reprodução], de 23 anos, foi assassinado por estudantes de um curso de Medicina de Cascadura, no Rio de Janeiro. O fato ocorreu durante a festa das Olimpíadas Regionais de Estudantes de Medicina (Orem), na cidade de Vassouras, no Estado do Rio de Janeiro.

Mauro Costa Júnior teria sido espancado pelo menos por 30 estudantes e a polícia já tem pistas dos agressores. O jovem teria sido se desentendido com alguns estudantes, durante a festa, no Parque de Exposições de Vassouras. Os jovens invadiram seu alojamento e o espancaram até matá-lo.

Os jogos, segundo o jornal, “reúnem 23 faculdades do Rio e do Espírito Santo”. Comenta-se que, além do excesso de bebida, o consumo de drogas surpreendeu até a polícia. Pelo menos 7 mil estudantes participaram das Olimpíadas.

“O Dia” colheu depoimentos de estudantes publicados em redes sociais. “Jovens, sem ao som de músicas alucinantes, fazem orgias, consomem álcool e drogas de forma inacreditável, e depois se transformam em galos de brigas em tudo quanto é canto de Vassouras”, diz a estudante Gracciely Moraes. “Falta de civilização não é culpa do Orem, que movimenta o comércio, a infraestrutura e setor imobiliário na cidade”, frisa o estudante Anacleto Dias.

Segundo “O Dia”, “eventos envolvendo estudantes de medicina em festas no Sul Fluminense estão se tornando cada vez mais polêmicas. A maioria termina em brigas e com a presença da polícia, acionada por moradores. Em Volta Redonda, por exemplo, moradores do bairro Jardim Amália iniciaram abaixo-assinado contra festas em plena área residencial promovida rotineiramente por estudantes de uma república, na altura do número 246 da Rua Almirante Barroso”.

“O som altíssimo e a até altas horas, em qualquer dia da semana, se tornou um calvário para a vizinhança. Os estudantes não respeitam ninguém, nem idosos e acamados que moram nas imediações”, sublinha Gildete Marcondes. Ela reside “mora num prédio de sete andares em frente a república. A Polícia Militar informou que sempre tem atendido os moradores, quando acionada”.

 

4 respostas para “Estudantes de Medicina espancam e matam professor de Educação Física”

  1. Avatar Renata Frezia disse:

    Que violência!! Que estamos vivendo..

  2. Avatar Paulo Roberto disse:

    tem que enfiar tudo na cadeia , filhos de papai e mamãe que sempre disseram sim para seus filhinhos agora viraram monstrinhos, quero ver a justiça agir, tem que algemar e prisão temporária 30 dias para averiguação e cana, cambada de covardes 30 contra 1 queria ver serem machões se fosse 30 x 30 na cadeia eles vão ver o que é bom para tosse cambada de COVARDES, FROUXOS E MULEQUES.

  3. Avatar Paulo Roberto disse:

    TEM QUE COLOCAR A CARA DELES NA TELEVISÃO

  4. Avatar Paulo Roberto disse:

    NÃO DEIXA ESCONDER O ROSTO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.