Estresse e cigarro podem provocar doenças nas artérias coronárias

Dor aguda no peito, chamada clinicamente de angina, é um sintoma de que alguma coisa pode estar errada no coração, como uma artéria entupida, por exemplo

O coração é um músculo que bombeia o sangue para corpo inteiro. Ele é coberto por uma membrana resistente chamada pericárdio, que protege o miocárdio constituído por uma camada de fibras musculares especiais e o endocárdio, a parte interna.

O músculo cardíaco precisa do oxigênio para funcionar, e ele é trazido pelo sangue através das artérias coronárias que saem da veia aorta e se dividem em ramos cada vez menores à medida que penetram a musculatura cardíaca.

Quando uma dessas artérias é obstruída por uma placa de ateroma ou coágulo, a parte do músculo que depende dela pode sofrer isquemia, se a obstrução for parcial, ou necrose, se a circulação sanguínea for completamente interrompida.

Para fazer o diagnóstico da obstrução e quais tratamentos são indicados, o médico usa um exame chamado cateterismo. A partir dele, com os diagnósticos em mãos, pode-se fazer uma angioplastia para a colocação de um stent para a retomada do fluxo normal de sangue na artéria.

Dores são sinais de alerta

A angina é causada pelo estreitamento das artérias que conduzem o sangue ao coração e tem como sintomas grande desconforto e pressão no peito, com a dor mais intensa durante a atividade física.

Em geral, a dor torna-se mais intensa durante a atividade física e decresce durante o repouso. Alguns tipos de angina, entretanto, podem causar dor mesmo quando a pessoa está em repouso ou dormindo. É uma dor que pode irradiar-se pela mandíbula e pelos ombros ou braços (mais comumente pelo lado esquerdo do corpo).

A dor da angina pode ser agravada pelo estresse emocional, estômago cheio e exposição a baixas temperaturas.

Recomendações para evitar a angina e o entupimento das artérias

Alguns cuidados são de importância fundamental para a prevenção do entupimento das coronárias. Abaixo, listamos dicas para você ficar atento:

  • Não fume, pois o cigarro sobrecarrega o coração obrigando-o a trabalhar com mais pressão;
  • Reduza o peso, se estiver acima;
  • Faça exercícios regularmente;
  • Regule sua carga de estresse emocional e profissional;
  • controle a pressão arterial;
  • Alimente-se bem, evite comidas muito gordurosas e frituras;
  • E se surgirem sintomas, sempre procure um médico para um diagnóstico preciso.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.