Estado de Goiás registra dois casos de febre amarela

Um dos pacientes veio a óbito. Jovem residia no município de Alto Paraíso

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou nesta sábado (14/2) o registro de dois casos de febre amarela no município de Alto Paraíso de Goiás, cidade turística localizada a 412 quilômetros de Goiânia.

De acordo com a pasta, o primeiro caso foi de um jovem residente no município que provavelmente contraiu a doença naquela localidade. O rapaz, que não era vacinado, veio a óbito.

O segundo caso envolve um turista belga, também não vacinado, que já teve alta alta e passa bem. Conforme a SES, o estrangeiro esteve em Alto Paraíso e ao deixar a cidade com destino ao Rio de Janeiro sentiu os primeiros sintomas de doença.

Técnicos da SES estão desde a última quinta-feira (12) em Alto Paraíso para administrar ações de prevenção, controle e adoção de medidas previstas no Plano Estadual de Prevenção e Controle da Febre Amarela.

Em nota, a secretaria informa que a vacina é recomendada, principalmente, se a pessoa residir ou estiver de viagem para regiões de maior incidência da doença.

O mosquito do gênero Haemagogus é o principal transmissor da Febre Amarela Silvestre. A doença é considerada cíclica em Goiás, ou seja, pode voltar a se manifestar no Estado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.